Páginas

segunda-feira, junho 12, 2006

Beijo Sonhado

Falava de sonhar com um beijo,
um beijo para se sonhar levitando
e saber-me num campo,
sobre o campo verde,
pairando sobre o verdor da relva e de árvores
onde me sentir protegido
porque ao natural saberei sempre amar mais,
amar demais
e demais me entorpecer dos teus lábios.

Um beijo, assim sonhado,
há que ser por muito esperado
e desejado como o desejo,
de alma e pele,
de hormônios e luxúria.

Um beijo para estrear-me aos teus olhos,
ao teu calor,
ébrio da tua pele
e sujeito a me queimar ante teu olhar.
Beijo de expectativa plena,
beijo de excitar sempre,
provocar o não-medo do cotidiano,
das convenções.

Despertar a inconseqüência,
o non-sense, a coragem maior
de te absorver de todo,
te desejar para a eternidade do instante,
para a ternura do sempre.

Pouco importa se estamos de peles nuas,
pouco importa se meus pés buscam os teus,
que beijarei como se lábios fossem.
Pouco importam minhas mãos atrevidas
que te tocarão a pele
como uma luz varre de lume
a escuridão das noites
e faz dia sobre a têmpera
da nossa tesão comungada, somando desejos.

Meus dedos, desbravadores, acharão onde entrar,
e entrarão com carinho porque te faço altar
onde depositar sacrifícios e delírios.
Pouco importa se nossos sexos se atraem
e se buscam e se completam.
Pouco importam os orgasmos simultâneos,
os que em ti me antecedem.
Pouco importa
se o desejo satisfeito exige amanhãs.
Importa, sim, que te beijo de lábios,
te tenho em contato,
te sorvo em salivas e licores
os mais íntimos, agridoces e inesquecíveis.

Importa, não, se te fecundo ou derramo em ti,
bem fundo, a seiva de vida
que divina me brota.
Importa sim que te beijo.

Eros eu era, como quero ser.
E me és Afrodite.
Os veios
do amor assim liberto
alimentam desejos e anseios
para todos os dias advindos.

Importa, sim, que, al primo incontro,
havemos de nos beijar.



(L.deA., in Sarau; Goiânia, 2003).

12 comentários:

Deolinda disse...

É noite de lua cheia...

Saramar disse...

Luiz, poemas assim tão belos e tão completos nesta beleza também fazem levitar.

Beijos

Anônimo disse...

Luiz, é tão grande a beleza nesta poesia que acabamos nos sentindo parte da mesma, é como se fosse um beijo não de palavras, mas, de lábios nos lábios!

Beijos!

Anônimo disse...

Luz dos olhos meus...
Poemas assim nos levam a ter plena certeza da pessoa apaixonante que é.Fui às nuvens, e de lá não quero mais sair.

Maris Stella disse...

Luiz
Sonhar, beijar, viver...
O primeiro beijo suscita
ansiedade, desejo, realização.
Como sempre, adorei.
Beijos!

Beatriz disse...

MIGO, adorei as poesias
Fico imaginando como deve ser feliz a mulher que tiver o privilégio de ser amada por ti
Continue assim, nos doando com este muito de carinho!!!!
Mil beijocas MIGO

Roseli Rivau disse...

lindo de mais.....

Heliane disse...

SONHAR COM UM BEIJO DESTES!!!!!!
É ACORDAR FELIZ!!!!!
É ACORDAR COM VONTADE DE DORMIR OUTRA VEZ, PARA SONHAR COM OUTRO BEIJO!

LINDO !!!!! LINDO SEU POEMA COMO TODOS QUE JÁ LI!
VC É DEMAIS AMIGO! QUE POETA!!!!!
MERECE UM BEIJO!

Andreia disse...

Aquino Querido...

"O melhor desejo da boca é o beijo."

Lindo poema, o senti na alma, na carne.

Andreia

Anônimo disse...

AL PRIMO INCONTRO, COMPANHEIRO!!! PUTZ!!! ESSE POEMA ME DESPERTOU UMA INCONSEQÜÊNCIA TAMANHA,QUE NUNCA ACREDITEI ENCONTRAR EM MIM... SE LHE ENCONTRASSE AGORA...SEI NÃO!!!... COLOCARIA UM PAR DE CHIFRES NO MEU MARIDO... AFRODITE SE QUISER!!!...

Anônimo disse...

Ah moço...!
Quisera eu fazer o tempo voltar e junto com ele eu venceria aquilo que foi o meu maior desafio...
Sufocar um grande amor e uma grande admiração por voce.
voce sabe sim quem sou eu!

Wanda disse...

Poeta,
Esse poema é uma coisa louca! Basta que eu o leia para estar pronta para aquele que é o meu amor.
Beijos.

Wanda