Páginas

sexta-feira, novembro 10, 2006

E já era Primavera...

.


Era manhã e sábado, e frio
e era Primavera, estes dias.
Cinza e triste, úmida.

Era perto o mar, mas sem sol
e claridade de alumiar sorrisos;
até que chegasses.

Era um triste, aquele sábado,
em litoral distante; Manhã cinza:
mas teve o teu encanto.



10 comentários:

Bia disse...

Lindo MIGO, como um dia de primavera!!!!!!!!

HELIANE- RIO DE JANEIRO disse...

AMIGO QUERIDO!
MUITO LINDINHO O POEMINHA PARA BIA!

A PRESNÇA DELA TRASFORMA MESMO , TUDO EM CORES!
TUDO EM FLORES!
ELA É A PRÓPRIA PRIMAVERA!
PARABÉNS! FIQUEI ENCANTADA!
BJOS

Malu Cirilo disse...

Gosto da pureza com que escreve seus poemas, é de uma beleza indiscritível.
Beijinhos

Luiz de Aquino disse...

Recebi, por e-mail, do poeta Fausto Rodrigues Valle:


Aquino, um primor de poema. Tentei fazer o comentário lá no blog mas, não consegui... Lindo o poema, "num triste sábado, aquele". Fausto



Meus agradecimentos, grande amigo! Sei que seu comentário não vem à conta da amizade, porque conheço sua postura, excessivamente sóbria, ante os feitos de letras.
Luiz

Anônimo disse...

Luiz, o peoma é belo.Se era primavera, num sabádo de manhã úmida,fria,cinza e triste,com mar
por perto, rei sol escondido,claridade para "alumiar"
sorrisos(provocar), não havia,`
é... seria uma manhã de um sabádo muito triste, caso não chegasse BIA, para alegrar(te), a triste manhã cinza, sem Sol e mar.
quão maravilhosa foi a chegada de BIA, a manhã lá fora deve ter
continuado "cinza",mas por de dentro, foi para vocês, clara manhã de sorrisos e encanto.

Não conheço BIA, mas pelos comentários que lí, além do encanto,a manhã foi coloridada.

Um beijo.

Lêida Gomes

Maris Stella disse...

Luiz
Uma agradável presença ameniza, traz luz e cor a uma manhã fria e cinzenta de Primavera.
Um encanto de poema, poeta!
Suave e doce como nossa muito querida Bia.
Beijos!

martha nascimento disse...

Luiz querido,
vejo que voce esta loucamente apixonado. So os loucamente apaixonados fazem poemas tao perfeitos como este,!Quem eh a felizarda?

luiz augusto disse...

O mais valioso de todos os talentos é aquele de nunca usar duas palavras quando uma basta.
(Thomas Jefferson)
parabéns xará

Marluci Costa disse...

Bia, o poema é pra você, mas nós também fomos presenteados com essa homenagem.
Parabéns, Luiz, por transformar pequeno e significante momento em poema tão belo.
A poesia está aí, em tudo que nos cerca. Mas só poetas, como você, para transformá-la em tamanho encantamento e beleza.
Beijos ao poeta e à homenageada.

Maria luiza de Carvalho disse...

Olá! Passeando pela net olha o que eu encontro? Este belo poema!
Bem para responder a tão precioso momento feliz te ofereço o clipe... EU TE AMO, mesmo sem ser a Bia (risos).
Preferi que você mesmo colocasse no youtube, caso entenda ser conveniente e goste do mesmo.
Beijos
Afetivamente,
MALU
Veja no seu email.....