Páginas

sexta-feira, abril 04, 2008

Fonte nova, rica e límpida


Poemas de NATÁLIA RASINA

Sangue


Tem sangue que sai,

atrás de uma cortina negra,

"e vai escorrendo pelas coxas,

até cair no chão" .

O sangue dos homens,

é sangue de guerra,

por ódio, vingança,

ou talvez, por amor.

Tem sangue que sai de um lugar,

uma bala, embrulhada com raiva,

que atinge um inocente,

deixando uma poça vermelha

de lágrimas, de muita gente.

Tem sangue de um cortadinho,

ou um machucado qualquer,

mas também tem sangue,

de um bebê,

que acabou de sair da mulher.

Por isso,

se você pensar em sangue, diga:

Tem sangue que sai ao encontro da morte,

mas também tem sangue

que sai ao encontro da vida.

Lápis


Encontrei um objeto no chão

Que me deixou um aperto,

No coração

Pus a mão no peito

E tirei-o do chão.

Era uma coisa simples

Mas também era mágica,

E era uma coisa super básica

Que dava vida.

Era um lápis qualquer,

Sem ponta,

Riscado,

Pichado.

Peguei e dei vida a ele,

Comecei a escrever.

Escrevi histórias, desenhei,

Fiz poesias.

E os personagens pularam do papel,

ficaram vivos,

para nunca mais voltar

à prisão

da minha imaginação.

************************

Natália Rasina é uma poetisa que nasceu para ser inteira, plena. Conheci-lhe alguns poemas, e só uns dois ou três meses depois a vi de perto. Ela tem o olhar determinado, aquele que algumas mulheres ostentam com naturalidade e, por isso, atemorizam alguns homens...

Só que Natália Rasina é uma mulher de... apenas 12 anos!

Agora, por favor, comentem!


Luiz de Aquino

24 comentários:

Anônimo disse...

Depois tem gente que acha que tá tudo perdido. Que nada! Enquanto tiver uma menina como esta, escrevendo coisas assim, estamos todos salvos. Amém!
Lilia Levy

Fernando disse...

Natália,

Maravilha de talento.

Você entra com o pé direito no mundo complicado, mas sempre gratificante, da poesia.

Bela descoberta, Poeta.

Parabéns aos dois.

Fernando Quintella

Mara Narciso disse...

O poema do sangue tem um lirismo surpreendente, entre três caminhos: o terno, o trágico e o sublime, essa jovem poetisa me encantou! Lindo!

O poema do lápis já foi mais previsíovel, mas ainda assim mostrou um bom jogo de palavras.

Lapidar a técnica,ainda é preciso, mas a inspiração já é patente.

Muito bem!

Mara Narciso

Marluzis disse...

Natália, somente pessoas com a sensibilidade aguçada conseguem ver, sentir e expressar de forma tão intensa e criativa a poesia que nos cerca.

Você está no caminho certo; essas asas te levarão longe...

Luiz, obrigada por apresentar mais esse talento!

Beijos nos dois.

Madalena Barranco disse...

OLá Luiz, eu já estava com saudade do seu blog! Vim para conhecer a Natália e encantei-me com sua arte poética... Ela é realista & doce quando liberta a imaginação em cada verso consciente. Parabéns à linda poetisa! Beijos para você e para Natália, com meu carinho.

sol disse...

Natalia, o que dizer palavras são poucas, para quem a viu crescer. gostando de saber garota de ipanema, cantarolando pintando desenhando, e hoje mulhe menina parabens querida, que Deus permita seus belos poemas hoje e sempre, e que eu possa sempre acompanhar tua luz, tua graça teu saber. beijão solange

Mabel Amorim disse...

Natália,encontrei-a em três momentos de sua vida e em todos você me encantou com seu sorriso. Mas agora, lendo seus versos, é que percebo quão forte é essa mulher que aflora no seu coração de menina. beijos. saudade.
Mabel

Anônimo disse...

Sabe do orgulho que sempre tive de ti,da satisfação de ficar várias horas na livraria para ler o que você escolhesse, das lágrimas, sentindo grande emoção e alegria ao vê-la cantar "Garota de Ipanema", com apenas 5 anos.
Seu presente preferido é ganhar livros.Enfim, o saber é a única coisa que ninguém tira de você. Julio Rasina - Seu pai.

Péricles de Amorim Figueiredo disse...

Parabéns, extensivo ao Luiz de Aquino, de quem gostaria de passar a
ser leitor permanente da sua obra. E um agradecimento todo especial
por propiciar que a poetinha Natalia possa mostrar para o mundo o seu
talento, e afirmar que veio para fazer diferença; esclareço por
oportuno, que com minha restrição de computador confinado a Curitiba,
só agora consegui ler, com bastante atrazo esta linda mensagem, que
pretendo reler mais vezes. Bjs e saudades, Péricles

Lúcia disse...

Filha querida peço-lhe desculpas pelas vezes em que a interrompi no meio de algumas de suas escritas, sempre reclamando: "Natália, você não está fazendo o dever novamente!". Eu estava preocupada com os trabalhos do colégio que você intercalava e ainda o faz, inspirada, emocionada, com seus olhinhos brilhantes, escrevendo poesias lindas, entre tantas: "Meu novo sonho". Que Deus siga seus passos e a abençoe pelo longo caminho que venha a trilhar.

Beijos

Lucia

sinesio disse...

Natália,

Pelas suas fotos e pelos seus escritos, percebi que você é um poema a dar a vida a outros.
Pois saiba que estou comPOETAmente convicto do que te digo.
Parabéns, mocinha!

margô disse...

Doce e querida NATALIA, nome lindo para uma poetisa de tanto carisma e criatividade, fiquei imensamente orgulhosa de saber que a minha afilhadinha do coração minha"TATA", não só é muito especial, como faz a vida tornar-se mais especial!!!
Que Deus derrame ricas bençãos do céu por toda tua vida e que nunca deixe seu coraçãozinho endurecer!!!
Beijinhos com muito carinho!!!
Dindinha Margô !!!!

Anônimo disse...

Doce e querida NATALIA, nome lindo para uma poetisa de tanto carisma e criatividade, fiquei imensamente orgulhosa de saber que a minha afilhadinha do coração minha"TATA", não só é muito especial, como faz a vida tornar-se mais especial!!!
Que Deus derrame ricas bençãos do céu por toda tua vida e que nunca deixe seu coraçãozinho endurecer!!!
Beijinhos com muito carinho!!!
Dindinha Margô !!!!

Anônimo disse...

Doce e querida NATALIA, nome lindo para uma poetisa de tanto carisma e criatividade, fiquei imensamente orgulhosa de saber que a minha afilhadinha do coração minha"TATA", não só é muito especial, como faz a vida tornar-se mais especial!!!
Que Deus derrame ricas bençãos do céu por toda tua vida e que nunca deixe seu coraçãozinho endurecer!!!
Beijinhos com muito carinho!!!
Dindinha Margô !!!!

V disse...

Lindo, lindo, lindo, Natália.
Parabéns!

nelia maria disse...

lindas suas poesias. na sua idade eu tambem escrevia, continue assim. grande parte do que somos vem do lemos. beijos

nelia maria disse...

lindas suas poesias, na sua idade eu tambem escrevia. Parte do que somos vem do que lemos. parabens e que Deus te abencoe. nelia

Anônimo disse...

Depois de ler os dois Poemas aqui descritos, fico sem palavras para comentar esta raridade cotidiana!
Parabéns Luiz, por nos apresentar esta joinha de raríssimo esplendor... com apenas 12 aninhos escrevendo com tanta maestria, que nos leva a acreditar que o amor verdadeiramente existe e a felicidade se avizinha constantemente.
Natália, na condição de fazedor de versos na horas vagas, (eu) me permito a me declarar teu incondicional fã!
Sega este caminhos dos vates e seja muito feliz, pois vc merece!!!
Deus é teu guia, poetisa querida!!!

Luiz de Aquino disse...

Alô, pessoas!

Por favor, assinem seus comentários! A autora ficará ainda mais feliz.

Luiz de Aquino

mauricio assumpçao disse...

querida paciente....escrever liberta, espiritualiza, emociona...escreva muito...viva muito...parabéns.....

fernanda disse...

nossa amiga nao sabia que vc escrevia tao bem!!parabens viu!!me emocionei com estes poemas!!

beijos da sua amiga
fernanda medina de souza

Claudia Furtuna disse...

Lindo, sensível, profundo...

Essa é a minha Natália... Inteira como só ela.

Sensível e bela.

Bjs

Parabéns

jade disse...

[:)]adorei o poema dela sangue eu também tenho 12 anos e não sei escrever poemas igual a ela !!
beijos continue asssin

Anônimo disse...

poemas saem como uma inspiração,muitos podem escreve-los,bata soltar aquela inspiração que tem-se dentro de sua mente.
Parabéns pelos poemas,mais como ja tem 15 anos,escreva algo um pouco mais maduro que fale sobre momentos ofridos adolescentes...fica a dica!
Beijos,volto sempre para ver mais menina famosaa!!!