Páginas

quarta-feira, junho 13, 2007

Aos que amam




Vivemos, hoje, mais uma véspera de Santo Antônio; dia em que exaltamos nossas(os) amadas(os), reverenciamos nossos sentimentos, potencializamos o sentimento.
Estranho é que tenham marcado um dia para isso... E a gente, ainda que estranhe, age pelo impulso do inconsciente coletivo.


Todos voltamos nosso sentimento para uma pessoa especialmente. É aquela pessoa que nos vem à lembrança tão-logo acordamos, a que nos diz coisas de trivial ou nos telefona para dizer bom-dia (fico felizes por ouvi-la; mas ela só ligou porque queria me ouvir). Se estamos próximos, estendemos a mão, abraçamos, beijamos e trocamos palavras de ternura; se distantes, lembramo-nos o quanto dói a ausência, recordamos falas e toques, evocamos odores excitantes.

É bobagem, estou tentando generalizar, mas... O que sinto não é geral. É, sim, meu, muito meu! É o meu prazer de saber que ela existe, que me ama também, que me toca feliz e me diz coisas que agrada-me ouvir. Assim, pouco importa que se chama Joana, Maria, Astúria, Natália ou Luz... Aconteço-me nela, penso nela, e é nela que me realizo por ontem, por agora e me enxergo no futuro.

Feliz Dia dos Namorados a todos os Amantes!

3 comentários:

Mara Narciso disse...

"Aconteço-me nela", é uma boa forma de exprimir o lado doce do amor, não só a amizade, companheirismo e respeito, mas a realização a dois. O amor é a paixão que sossegou, e amar e ser amado é o bem estar maior que podemos almejar.

Maris stella disse...

"Aos que amam"
Verdade, poeta, não há dia marcado para o amor, se ele existe, acontece e pronto. Mas, se esse dia originou uma bela declaração para a amada em que se abre um coração e dele saem sentimentos de realização, lembranças, desejos, promessas, e esperanças, tanto melhor.
Sem dúvida, a reciprocidade é o ponto alto de toda essa carta amorosa, é o que determina, estrutura e fortalece essa relação de amor.
Parabéns, belo texto,Luiz.
Bjs

Rosamaria disse...

Vim aqui através de uma amiga, a Marluci, e fico encantada a cada vez que leio o que escreves.

Feliz da mulher que é amada assim!

Parabéns pra ti e pra ela.

Um abraço.