Páginas

sábado, maio 23, 2009

A um poeta Rodrix

A um poeta Rodrix







Precocemente se foi
 
o Zé das letras-surpresas,
 
das melodias exatas, brilhantes.




Cativante, o Zé!



Agora, sem manchete de véspera
 
nem sinos melancólicos e bucólicos,
 
vai-se. E não se despede.



Está certo, o Zé!
 
Embora cedo, ele curte de vez
aquela Casa no Campo.






Luiz de Aquino

12 comentários:

Mara Narciso disse...

Belas letras e igualmente belas melodias. Lamento a perda de Zé Rodrix, no entanto invejo o modo de ele ir. Como eu já disse um dia: apenas os predestinados podem usufruir a morte limpa, absolutamente asséptica: o infarto fulminante é para poucos.

Irinéa Maria disse...

Oi Poeta!
O Zé vai ser recebido de braços abertos, pela moçada que o antecedeu!
Mas é preciso que todos saibam que Casa no Campo tem a belíssima melodia do TAVITO.
A junção com a linda letra do Zé, tornou-a conhecida no Brasil inteiro...

Emilio Pacheco disse...

Eu fazia parte de um grupo de discussão de que o Zé participava. Éramos "conhecidos virtuais", por assim dizer. Na quinta feira ele participou normalmente, teclando bastante, como sempre. No outro dia, quando li um tópico com o título "Adeus Zé Rodrix", pensei: o que aconteceu que o Zé resolveu sair do grupo? Quando li a notícia, não quis acreditar.

Jaires Bravim disse...

Morrer e ser homenagiado com um poema tão lindo ilumina a alma de quem vai e faz bem a alma de quem fica, Você tem as palavras certas para ocasiões certas..
Beijosssssss

Luiz de Aquino disse...

Irinéia, querida!

Realmente, Tavito é um cara pra lá de especial, também!
Rua Ramalhete é igualmente antológico.

Lílian Maial disse...

É, querido Luiz, cada poeta que nos deixa não morre, até que a última pessoa viva deixe de recordar sua arte. O Zé é imortal!
Beijocas e parabéns pelas 50.000 visitas! Tenho a honra de ser uma delas.
Beijocas,
Maial

marcelo ferrari disse...

Sempre a favor da poesia.
Abçomano

Anônimo disse...

Perfeito poeta..Bela homenagem. Parabéns,sua intimidade com as
palavras é admirável.
Beijos

Luiz de Aquino disse...

Obrigado, mas, por favor, assine...

Todos gostamos de saber quem opina.

Abraços,

L.deA.

Anônimo disse...

Parceiro

Você disse bem, poetas nunca morrem - mas suas presenças físicas nos fazem uma falta...

Uma coisa é certa: esse cara foi para o céu pelo caminho da praia, que é muito mais divertido.

Grande abraço e parabéns pelas 50 mil visitas. Agora vai ser o Túlio rumo aos 1.000 gols e você rumo aos 100.000 clicks (et encore... et encore).

Vamos juntos parceiro!!!

João Marcelo

João Marcelo disse...

Parceiro

Você disse bem, poetas nunca morrem - mas suas presenças físicas nos fazem uma falta...

Uma coisa é certa: esse cara foi para o céu pelo caminho da praia, que é muito mais divertido.

Grande abraço e parabéns pelas 50 mil visitas. Agora vai ser o Túlio rumo aos 1.000 gols e você rumo aos 100.000 clicks (et encore... et encore).

Vamos juntos parceiro!!!

João Marcelo

João Marcelo disse...

Parceiro

Você disse bem, poetas nunca morrem - mas suas presenças físicas nos fazem uma falta...

Uma coisa é certa: esse cara foi para o céu pelo caminho da praia, que é muito mais divertido.

Grande abraço e parabéns pelas 50 mil visitas. Agora vai ser o Túlio rumo aos 1.000 gols e você rumo aos 100.000 clicks (et encore... et encore).

Vamos juntos parceiro!!!

João Marcelo