Páginas

terça-feira, março 15, 2011

Sarau por Castro Alves e pela Poesia

Leda Selma e eu com o presidente da Câmara, Vereador Iram
Saraiva

Sarau por Castro Alves 
e pela Poesia

(Realizado na noite de 14/03/2011, no Auditório Carlos Eurico, da Câmara Municipal de Goiânia)
Abertura: Vereador Ministro Iram Saraiva, presidente da Câmara
Cerimonial: Jacir Silva
Apresentação dos poetas: Luiz de Aquino

.........................................


O dia 14 de Março foi instituído, por lei, como Dia Nacional da Poesia por ser essa a data de nascimento do poeta Antônio Frederico de Castro Alves (1847/1871), ou apenas Castro Alves, como ficou conhecido na História do Brasil. Castro Alves é tido como “o último dos românticos” e também como “o poeta dos escravos”, em face de sua luta e da densidade de sua obra em defesa da abolição da escravatura no Brasil.
Iram Saraiva - Homem de vasta história de vida (professor, advogado, vereador, deputado estadual, deputado federal, senador e, depois, ministro do Tribunal de Contas da União), o presidente da Câmara Municipal de Goiânia, o novamente vereador Iram Saraiva, encomendou ao poeta Luiz de Aquino um evento que marcasse bem o Dia Nacional da Poesia. O escritor conclamou Leda Selma, da Academia Goiana de Letras e escritora de poesia, contos e crônicas, e o jovem poeta Kaio Bruno, do grupo Letra Livre, para, com ele, organizar o evento. O resultado foi a participação de 25 poetas, alguns deles jovens que, sem qualquer dúvida, pontuarão os espaços em futuro breve, ao lado de nomes conhecidos da comunidade goianiense.
Iram Saraiva presidiu o evento, que teve também a participação do diretor Administrativo e Financeiro da Câmara, o professor, poeta e ex-vereador Eurípedes Leôncio, exímio declamado, especialmente dos textos do homenageado Castro Alves. Na mesa, também os poetas Getúlio Targino e Leda Selma (respectivamente vice-presidente e primeira secretária da Academia Goiana de Letras), Heloísa Helena de Campos, que preside a Academia Feminina de Letras e Artes de Goiás, e Edival Lourenço, presidente da União Brasileira de Escritores de Goiás.
No decurso, prestou-se homenagem ao vereador Gari Negro Jobs, falecido na sexta-feira, 11 de março. José Batista da Silva, nome real do vereador, era também artista - fazia esculturas e entalhes em madeira, entre outras práticas do gênero.
O poeta e músico Rafael Loiola executou, ao acordeon, músicas apropriadas a cada poema apresentado, para alegria de todos os participantes e plateia.  A festa estendeu-se por duas horas muito bem preenchidas e sugeriu-se que outros eventos do gênero, atingindo outros segmentos da cultura e das artes, ocorram na sede do Legislativo da Capital.


* * *


Poetas participantes:
Ana Cárita, Ana Cris, Cadillac, Camila Leite, Clara Dawn, Diego de Moraes (poesia e música), Diego El Khouri, Edival Lourenço, Edmar Guimarães (intérprete: Vânia Majadas), Elza Nobre, Ercília Macedo Eckel, Eurípedes Leôncio, Getúlio Targino, Heloísa Helena, Isabel Dias Neves, José de Arimatéia (homenagem ao Gari Negro Jobs), Kaio Bruno, Leda Selma (discorreu sobre Castro Alves), Luiz de Aquino, Maria Helena Chein, Placidina Lemes de Siqueira, Rosalvo Leomeu e Sônia Cury.
 Ao acordeon: Rafael Loiola (poeta e tecladista)

5 comentários:

Jô Sampaio disse...

Li tudo. O sarau deve ter proporcionado momentos de grande lirismo.
Emociona-me ver Iram nesse estado, fui sua aluna em 70,71 e 72,ele já tinha concluído o curso de História e fazia Direito.Excelente professor. Eurípedes Leôncio,conheci-o bem "pobrinho e magrinho", dando aula de Literatura no Mackenzie e, declamando poemas de Castro Alves no término de cada aula.
É... o tempo... o tempo... melhor nem pensar.
Você está num momento de grande produção, isso é muito bom. Parabéns!
Jô Sampaio

Maria Helena Chein disse...

Luiz,


Parabéns pela celebração do Dia Nacional da Poesia, 14 de março, na Câmara dos Vereadores.
Valeu.

Bjs.

Maria Helena

Anônimo disse...

Caro Luiz de Aquino,
Parabéns pela cerimônia do Dia da Poesia na Cãmara Municipal de Goiânia! Parabéns por sua luta na literatura e no jornalismo, parece inglória, mas não é, a arte não morrerá, ela está no plasma da vida, e se renova com ela, viva!
Alejandro Mejia
Membro da Academia de Letras e Artes de Caldas Novas

Poeta: Jose de Arimateia. disse...

Meu caro Luiz de aquino, voce como sempre em destaque, com suas brilhantes atitudes em destacá e divulgar o que há de mais sublime na cultura Goiana. O primeiro sarau de poesias na Camára Municipar dos vereadores da Cidade de Goiana, foi simplesmente justo e praseroso, além do mais no dia Internacional da poeia. Receba o abraço do Poeta: Jose de Arimateia.

Violeta Vênus disse...

Para mim foi uma honra, foi meu ingressar ao lado de escritores já renomados por seu talento no meu primeiro sarau. Obrigada Luiz de Aquino.