Páginas

domingo, novembro 13, 2011

Lula e o câncer

Publicado ontem no DM, caderno Opinião Pública:




Recorte do DM, sábado, 12/11/2011



Lula e o câncer


Indigna-me receber piadinhas de humor negro… Ou melhor, piadinhas sem humor algum envolvendo a doença de que padece Luiz Inácio Lula da Silva. Digo falta de humor sobretudo após ver, na tevê, que até o programa CQC, liderado por Marcelo Tass e enquadrado num gênero que chamaríamos de “jornalismo com humor cáustico”, tratou o caso como coisa séria, um tema em que o personagem central deve ser tratado com o respeito que dispensamos a qualquer ser humano, ainda que discordemos de sua linha política, de sua viga ideológica, de suas convicções sócio-econômicas.

Pela Internet, uma piadinha suportável seria tratada como tal, não viesse de pessoas que acrescentam as marcas de seu ódio ao ex-presidente da República. Trata-se de uma frase simplória, mais ou menos assim: “Se Lula perdesse a voz e tivesse de usar a linguagem dos sinais continuaria falando errado, pois falta-lhe um dedo”.

Mas o pior é a proposta lançada nacionalmente por um sujeito que se diz médico – se de fato o for, quero passar bem longe de seu consultório, do hospital a que serve e mesmo de sua pessoa,  pois mostra-se muito mal-preparado para o exercício da Medicina. Ele quer – e achou milhares ou até mesmo milhões de adeptos – que Lula vá se tratar no SUS; e insinua que, por ter sido  presidente, ele é co-responsável pelo caos na saúde, então devia entrar na fila e aguardar dois ou três ou quatro meses para obter um diagnóstico; e no mesmo dia, neste mesmo caderno de Opinião Pública, o mesmo médico diz que a assessoria de Lula informou que o Papa Bento XVI (dezesseis, Sr. doutor) iria orar por Lula; e sugere que o Papa reze também pelos duzentos brasileiros que a cada dia descobrem sofrer de algum tipo de câncer.

Que ótimo! Que o Papa e todos os homens de boas intenções também orem por estes, sejam os duzentos brasileiros de cada dia e os milhares no resto do mundo!Tenho uma sugestão adicional para o caso brasileiro: que duzentos médicos, a cada dia em todo o país, concedam uma consulta gratuita para aliviar o congestionado Sistema Único de Saúde, aliviando assim a dor de tanta gente sofrida e carente! É comum profissionais de outras áreas fazerem isso amiúde – que o digam os professores de qualquer localidade, nível e circunstâncias; e são  também milhares os médicos respeitáveis que se alinham em entidades e instituições sérias, voltadas para o bem social. Estes, os médicos do bem, não têm tempo para fazer piadinhas nem espargir peçonha contra quem sofre, infringindo princípios morais costumeiros desde os tempos de Hipócrates (que nada tinha de hipócrita, como esse médico político-partidário de m...).

Minha revolta, nestas linhas é de solidariedade para com alguém que sofre. Não vi esse médico mandar a falecida e admirável mulher de Fernando Henrique Cardoso se tratar no SUS; ele poupou também o vice-presidente de Lula, José Alencar – mas ironiza e roga praga contra o ex-presidente. Minha revolta, Sr. doutor mal formado, ocorre em nome de milhões de brasileiros que sofrem pelo câncer – seja na própria carne ou no sangue, seja na dor de amigos e familiares. Qual a família brasileira imune ao câncer? Qual delas não amargou as dores e os custos dos tratamentos longos, caros e dolorosos? Ao insurgir-se contra Lula, valendo-se da doença insistente e teimosa, esse médico e seus simpatizantes agridem todos os que têm ou tiveram câncer; e ferem também pais, filhos, irmãos, parceiros de vida, amigos – todos os que se unem na luta contra essa moléstia terrível que, a cada dia aumenta impiedosamente o contingente de sofredores. Em lugar de jogar praga e fazer piadinha, esse doutorzinho devia pesquisar, ajudar na busca da cura e da prevenção. Ou praticar religião, exercitar a solidariedade, estudar filosofia – e, nisso, levar junto os que, desgraçadamente, se alinham a ele.

Já perdi um avô, um tio e um irmão afetivo por conta do câncer; minha mulher perdeu pai e mãe e ainda dois cunhados; são inúmeros os amigos nossos que engrossam a lista. Nós, goianienses, somos colaboradores anônimos das campanhas do Hospital Araújo Jorge há muitas décadas. 

Simpatizante ou adversário das práticas políticas de Lula ou de quem quer que seja, jamais desejaria a desgraça aos meus semelhantes. A família brasileira quer respeito,saúde, segurança e bem-estar. Mas cidadãos como esses, críticos mordazes do Brasil que, para eles, não dá certo, deviam mudar-se para a riqueza de algum país onde se sentissem melhor. Depois de assumirem seu ódio irreversível, talvez se tornassem homens-bombas.

Ainda assim, eu rezaria por eles.


* * *

16 comentários:

Ridamar Batista, escritora disse...

Muita boa Luiz de Aquino!
Concordo com você e digo que também acho de extremo mau gosto este tipo de piadinhas que envolve o lado frágil humano a qualquer momento nos atingindo.
Seja quem for o infeliz, temos que ser solidários nestes momentos, mas acontece que o Brasil está cheio de gente com dor de corno, muito bom mesmo que fosse embora, a porta da rua é serventia da casa, hehehehe.
Um abraço.
Rida

Neuza Vieira disse...

Parabens pelo artigo, gostei muito e concordo com você. Não devemos utilizar da desgraça alheia para destilar nosso ódio e sim ser mais cristãos e lrenovar nossas atitudes. Bom domingo.

Valdeir Faria disse...

Luiz, parabéns pela sua crônica sobre as piadinhas que surgiram a respeito do câncer de Lula. Acho que muita gente está tentando ser humorista "humor negro". Acredito sim, que ninguém deve fazer chacota ou piadinha com doença de ninguém, não porque é o Lula, ou ex-presidente do Brasil. Eu particularmente não devo nada a esse sr., mas respeito, se for mesmo câncer (ou é mais uma jogadinha politica para sensibilizar MAIS AINDA A OPNIAO PUBLICA?) . O mesmo: não acredito também no câncer do sr. Hugo Chavez ! Luiz Aquino, tenha um bonito dia de domingo ! Valdeir .

Letícia Neves disse...

Parabéns!Concordo plenamente...Contra ou a favor, ele é um ser humano q merece respeito e consideração nesse momento tão difícil..Parabéns Luis!

Olavo J. Andrade disse...

Caro Luiz de Aquino: Ótima a crônica e, especialmente, a sua lúcida análise da situação. Parabéns, por expor, tão bem, esse triste lance! Abr Olavo.

Sarah El Khouri disse...

Concordo plenamente com você, Luiz de Aquino.

Marina Delson disse...

Luiz de Aquino, coerente, sensível e humano, parabéns pela crônica realmente quem faz piada de doença seja de quem for , se esquece ser desta raça, sujeita a doenças e decepções. Abraço.Marina

Vânia Moreira Diniz disse...

Amigo Luiz,
Uno-me a você e ao seu artigo nessa hora que o Presidente Lula precisa tanto de solidariedade e amor. Independente de nossas preferências políticas está o companheirismo ao ser humano. E acho simplesmente maldosas e tristes essas piadas que encheram a nossa internet cujo principal fim deviam ser o bem, a união e o amor entre as pessoas.
Um grande abraço da amiga
Vânia M. Diniz

Tânia Maria Barreto Rocha disse...

Parabéns poeta Luiz De Aquino ,é preciso parar urgentemente com essas piadinhas .O Sr abordou um tema que precisa parar de ser assunto em qq roda.E rezemos sim, pelo ex-presidente e por todos que padecem desta ou de qq outra doença. Abçs.

Heliane Caldas R. Castro disse...

Gostei muito e peço licença para compartilhar aqui. Recebi vários e-mails em sentido contrário, inclusive depoimento de uma pessoa que se diz médica. Como sempre, você está de parabéns! Grande abraço.

Fernando Antonio Sgreccia disse...

Parabéns ..Luiz .. a sua crônica...dá sensatez ...a uma ignorância... crônica...!!!

Eliete Diaz disse...

O povo fica indignado porque so Politico brasileiro ou rico pode tratar de um cancer...

Hàmlid O Mago ‎. disse...

Hàmlid pensa exatamente como você, grandemanamigopoetaescritor Luiz.
Hàmlid também postou sua indignação contra a falta de bom senso das pessoas e ainda desejou melhoras ao ex-presidente, mesmo não
sendo seu admirador. Hàmlid viu nele um ser humano como qualquer
outro que sofre de uma doença terrível e que merece os melhores tratamentos possíveis, seja aonde for.
É bom ler manifestações como a sua, pois isto nos mostra que neste mundo velho o humanitarismo ainda fala mais alto que as ideologias.
Abraços de energia cósmica azul
Hàmlid

Mara Narciso disse...

Parabéns Luiz, pela raiva incontida, pela revolta contra os maus e o fato de que você, mesmo injuriado, ainda construiu algo de bom. Assino embaixo do seu desabafo.

Sinvaline disse...

O Lula é o mais visado, porque ele é um gênio e as pessoas mediocres ainda não suportam pensar em um semi analfabeto liderando a midia mundial destacando sua inteligencia. Se a politica dele foi boa ou não, o mundo entendeu que ele é um gênio, menos alguns menos informados e sem senso de humanidade.. Parabens amigo!

Anônimo disse...

Boa tarde grande e poeta!!!
Há quase um mês gostaria de parabeniza -lo pela coerência do seu artigo.